Caiado se reúne com alunos e professores da UEG de Silvânia

Alunos e professores do Campus da Universidades Estadual de Goiás (UEG) em Silvânia fizeram manifestação ordeira e pacífica na manhã desta segunda-feira, 13, durante visita do Governador de Goiás Ronaldo Caiado à cidade para inauguração do quartel do Corpo de bombeiros. Os alunos e professores protestam contra a proposta da Comissão de Reestudo da UEG que em seu relatório apresentado à reitoria sugeriu a extinção de 15 campus da universidade, entre eles o de Silvânia.

Em entrevista ao repórter Paulo Renner, da Rio Vermelho FM, o governador de Goiás disse que constitucionalmente não tem poder para interferir na gestão da Universidade Estadual de Goiás que tem autonomia. Ele explicou que a ele cabe cumprir a lei e repassar, mensalmente, 2% da receita estadual para a UEG. Caiado completou que ao longo dos últimos anos a UEG sofreu ingerência política o que inviabilizou a qualidade acadêmia. Segundo ele cabe a própria UEG fazer a reforma em sua estrutura e sem a interferência do governo e do governador de Goiás.

Após a entrevista, e antes de dirigir-se ao palanque, o governador Ronaldo Caiado foi ao encontro do grupo de estudantes e professores com quem trocou algumas palavras. Após a solenidade de inauguração e em uma sala reservada do quartel, o governador de Goiás se reuniu por cerca de 20 minutos com uma comissão de estudantes e professores. Participaram também do encontro o prefeito de Silvânia José Faleiro, e os deputados José Mário, Humberto Aidar e Eduardo Prado.  Ronaldo Caiado voltou a afirmar que não pode interferir na administração da UEG e que cabe a ela definir seus destinos. Os deputados prometeram empenho para intermediar negociações entre a reitoria da UEG e a comunidade acadêmica do Campus Silvânia.

( Fotos: Redes Sociais)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *