Bottas lidera dia de testes da F-1 em Barcelona

Dois dias depois de protagonizar ao lado de Lewis Hamilton a quinta dobradinha consecutiva da Mercedes nesta temporada da Fórmula 1, Valtteri Bottas liderou a terça-feira de testes coletivos que a categoria promoveu em Barcelona. Na mesma pista onde chegou em segundo lugar no GP da Espanha e o britânico conquistou a vitória no último domingo, o piloto finlandês cravou o tempo de 1min15s511 para se garantir na primeira posição.

Vice-líder do Mundial, Bottas já havia obtido a pole para a prova espanhola no último sábado. E a marca que lhe garantiu o topo nesta terça foi 0s105 mais lenta do que a estabelecida no treino classificatório para a corrida. A segunda posição do dia na Catalunha foi assegurada pelo monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, que obteve a segunda posição com o tempo de 1min16s933, quase um segundo e meio mais lento do que o do finlandês.

E os dois pilotos deram 131 voltas cada nos trabalhos de pista desta terça. Este teste da intertemporada serviu, entre outras coisas, para que os pilotos pudessem experimentar diferentes tipos de pneus da Pirelli. Bottas usou um denominado de C5, que é o mais macio entre os disponibilizados pela fornecedora única de compostos da F-1. Identificado com a cor vermelha, este pneu não estava entre as opções definidas para utilização das equipes no último GP da Espanha. Já Leclerc testou sua Ferrari com pneus duros, identificados como C2.

Na pista com um outro tipo de pneu, o C4 macio, o russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, garantiu o terceiro tempo do dia na Espanha. Ele fez a melhor das 121 voltas que percorreu em 1min17s679. E o grupo dos cinco primeiros foi completado, nesta ordem, pelo alemão Nico Hülkenberg, da Renault, e pelo francês Pierre Gasly, da Red Bull.

FITTIPALDI EM 7º
Piloto de testes da Haas, o brasileiro Pietro Fittipaldi também foi para a pista nesta terça pela sua equipe e conquistou a sétima posição. Guiando um carro calçado com um tipo de pneu que é um protótipo produzido pela Pirelli, o jovem piloto de 22 anos cravou o tempo de 1min18s326 na melhor das 103 voltas que percorreu. Ele ficou logo atrás do espanhol Carlos Sainz, da McLaren, que assegurou a sexta posição com a marca de 1min18s263.

E o neto do bicampeão mundial Emerson Fittipaldi ficou à frente de outros quatro pilotos: os ingleses Nick Yelloly (Racing Point), Lando Norris (McLaren) e Callum Ilott (Alfa Romeo), respectivos oitavo, nono e décimo colocados, e também do canadense Nicholas Latifi, o último pela Williams. O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, e o mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, também foram para a pista nesta terça, mas não cravaram tempo de volta, pois eles tiveram a missão específica de colaborar com o teste da Pirelli ao usarem um composto inteiramente preto e que deve ser introduzido na Fórmula 1 em 2020. (Agência Estado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *