Caiado pede ao DEM apoio a Bolsonaro

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, tornou a defender que o seu partido, o Democratas, manifeste apoio formal ao presidente Jair Bolsonaro. “A hora é agora. Temos de mostrar que o DEM sabe vocalizar o sentimento da população”, enfatizou o goiano nesta quinta-feira (30/5), durante convenção nacional do partido realizada em Brasília. Em sua opinião, o apoio da legenda ao Governo Federal garantirá governabilidade ao presidente, o que trará avanços para o Brasil.
Na convenção, que reconduziu ACM Neto ao cargo de presidente do partido, Caiado lembrou a força e o protagonismo do DEM no cenário nacional, algo que nunca havia acontecido. “Temos três ministros [Onyx Lorenzoni, Tereza Cristina e Luiz Mandetta], os presidentes da Câmara e do Senado [Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre]. Não é hora de mais ou menos. Precisamos tomar um rumo. O Brasil precisa do Democratas. Vamos assumir apoio ao governo, ajudar o País a sair da crise e dar uma resposta à população”, conclamou.
Na visão de Caiado, diante do atual protagonismo do DEM, o posicionamento precisa ser firme e claro. “Não é hora de dar uma de Pôncio Pilatos, e lavar as mãos. Não vamos pensar que temos alternativa. Ela não existe”, disse. “A história nunca reservou uma linha ao acomodado. Só reserva espaço àqueles que têm coragem de se pronunciar.”
O governador de Goiás lembrou que já se passaram cinco meses de governo, e que todo o País acompanha de perto o andamento de várias pautas importantes, bem como o comportamento de parlamentares e governantes diante de cada situação. “Se falharmos agora, estaremos entregando o País para um bando que roubou nosso povo”, completou, sendo ovacionado por uma quantidade expressiva de correligionários.
Reforma da Previdência
Em discurso conciliador, e com foco no fortalecimento da democracia, Rodrigo Maia solicitou ao presidente do partido uma moção pelo apoio à reforma da Previdência que, em suas palavras, “vai garantir equilíbrio ao País”. ACM Neto acatou o encaminhamento e realizou uma votação. A moção foi aprovada por aclamação, o que indica que parlamentares do partido votarão a favor do projeto.
Durante discurso, o líder nacional do partido frisou que “enfrentar os desafios de cabeça erguida e com coragem” faz parte do perfil do DEM. Também anunciou que “O Brasil não pode parar” é o lema da convenção nacional do partido para 2019. “A mensagem traduz a consciência do nosso dever e responsabilidade”, explicou. ( Fonte: Assessoria de Imprensa. Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *