Abadiânia: menor de 15 mata criança de 10 anos para roubar

Um crime de latrocínio ocorrido numa zona rural do município de Abadiânia, na manhã da última segunda-feira (23), provocou o espanto até mesmo entre policiais. Conforme expõe a Polícia Civil, um adolescente de 15 anos matou um acriança de 10 para roubar seus pertences e vender. O menor, que teria obrigado o irmão de também 10 anos a participar do crime, usou um soquete de concreto para golpear a vítima na cabeça até a morte.

De acordo com a delegada responsável pelas investigações, Isabella Joy, na manhã de ontem a Polícia Civil foi informada pelo dono da fazenda que havia uma criança morta na região, que seria enteada do caseiro.

As equipes policiais foram até o local e se depararam com o padrasto da vítima e a mãe, que é cega. Aos policiais, o padrasto contou que chegou em casa e percebeu que vários objetos da residência haviam sido roubados e que seu enteado, de apenas 10 anos, também havia sumido.

Ainda de acordo com o padrasto, ele saiu para procurar o menino e, quando voltou, se deparou com um adolescente e uma criança saindo de sua casa. O homem, desconfiado, continuou as buscas pelo enteado até que o encontro já sem vida, próximo a um chiqueiro da propriedade.

Crime

Em posse das informações, a delegada Isabella Joy contou que as equipes começaram as diligências e foram até outra casa, localizada na mesma propriedade rural. Lá, segundo ela, se depararam com dois menores de idade e perguntaram se eles sabiam algo do crime. O adolescente negou, mas a reação da criança os entregou.

“O adolescente falou que não tinha nada a ver com isso, que nem sabia que a vítima estava morta. Só que o menor de 10 anos começou a chorar e acabou confessando que o irmão matou a criança porque ele tinha a intenção de roubar os objetos” da casa, relata Isabella.

De acordo com a delegada, o adolescente teve a ideia do crime e obrigou o irmão menor a participar. Os dois teriam ido até a casa da vítima e a convidaram para ir brincar numa mata próxima. Lá, segundo a delegada, o adolescente obrigou a criança a deitar no chão, enrolou a camiseta dela em volta de seu rosto, tampando os olhos e a boca e, usando um soquete de concreto, a golpeou três vezes na cabeça, levando-a à morte. “Foi um crime chocante”, comentou Isabella.

O adolescente e o irmão levaram uma TV, dois perfumes, um rádio, dois rádios comunicadores e R$ 37. O adolescente planejava vender os objetos para comprar um vídeo game e um celular. A delegada conta que, como a mãe da vítima é cega e estava ouvindo som alto, não percebeu a movimentação.

Isabella relata que os dois chegaram a voltar na casa para roubar mais e com intenções de vitimar também a mãe da criança, plano que foi frustrado. “Eles voltaram para roubar o som e até matar a mãe da vítima também, se fosse necessário. Mas quando chegaram na casa, o padrasto chegou também e eles saíram”, revela a delegada. ( Fonte: É Mais Goiás )

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *