Autódromo de Goiânia é liberado para treinos

O Autódromo Internacional de Goiânia Ayrton Senna vai poder voltar a receber atividades. A edição do Decreto 9.692, do Governo de Goiás, que liberou a realização de diversas atividades, mediante protocolos de segurança, possibilitou o retorno de treinamentos de ciclistas, motociclistas e pilotos de carro.

No caso dos ciclistas, a liberação para treinamentos ficou dividida em duas baterias: das 5h às 9h e das 17h30 às 21h30. A primeira sessão terá a presença de atletas limitadas a no máximo 50 pessoas, sendo 20 profissionais, enquanto a segunda poderá ter até 70 pessoas, sendo 30 profissionais.
Para os treinos de carros e motos, serão autorizados até 10 equipes, ocupando menos de 50% dos boxes disponíveis no circuito. Cada equipe poderá contar com três profissionais.
Para os pilotos de kart serão permitidas 15 equipes, com dois componentes cada, por um período máximo de duas horas e um intervalo de 30 minutos entre elas.
Em todas as atividades serão respeitados os protocolos de segurança, como o distanciamento social de no mínimo 2 metros entre as pessoas e uso de máscaras, não sendo permitidos aluguel e compartilhamentos de equipamentos individuais.
Requerimento
A liberação do Autódromo para as atividades esportivas foi solicitada pelo deputado Thiago Albernaz (SD), no mês de junho, após casos de acidentes envolvendo ciclistas nas rodovias goianas. “Com a pandemia, tem crescido a presença de ciclistas esportistas, aumentando o perigo e número de acidentes. A reabertura do Autódromo para essa prática, respeitando as medidas de higienização e distanciamento impostas, é de grande importância para contribuição da segurança da vida e saúde desses atletas, prevenindo riscos de acidentes”, destacou Albernaz, no requerimento. ( A Redação )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *