Goiás atinge o melhor resultado fiscal do País, indica Tesouro Nacional

 Relatório da Secretaria do Tesouro Nacional indica que Goiás foi o Estado que mais reduziu despesas este ano, mesmo considerando todos os gastos durante a pandemia da covid-19. De janeiro a junho, a queda das despesas públicas em território goiano foi de 8%, em comparação ao mesmo período do ano passado.
Goiás também está entre os entes federativos que têm menor dependência das transferências da União, que representam 18% do total das receitas. Esses dados do Tesouro consideram informações fiscais consolidadas de cada Estado.
Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o desempenho goiano é “resultado da combinação de um decreto do governador Ronaldo Caiado (DEM), que instituiu o estado de calamidade pública e prioridades para o enfrentamento da pandemia, e da atuação de sua secretária da Economia, Cristiane Schmidt”.
Em entrevista à reportagem, ela lembrou que quando a atual gestão assumiu o Estado, o déficit era de R$ 4,2 bilhões, e mais R$ 1,6 bilhão em salários atrasados. Já no terceiro bimestre deste ano, o Estado registrou superávit orçamentário de R$ 871,63 milhões, ante R$ 628,12 milhões registrados no ano passado.
Entre as negociações que surtiram efeito para o destaque indicado pelo Tesouro, a Folha destaca a negociação com os demais Poderes estaduais para viabilizar corte de 20% nas transferências obrigatórias para o Judiciário e Legislativo durante a pandemia.
A reportagem cita, ainda, que Cristiane Schmidt indicou interesse na privatização da Iquego, Metrobus e Goiásgás.   ( Assessoria de Comunicação do Governo de Goiás. Foto: Divulgação )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *