Leopoldo de Bulhões: novo decreto restringe atividades às margens do lago

O prefeito de Leopoldo de Bulhões, Alécio Mendes (PL), assinou nesta quarta-feira, 20, novo decreto com medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19 no município.

O documento proíbe o funcionamento de bares, lanchonetes, quiosques e estabelecimentos similares às margens do Lago Municipal Roberto Caetano.

Agora apenas atividades físicas como caminhadas podem ser realizadas orla do lago, desde que aconteçam com no máximo quatro pessoas por grupo, mantendo distanciamento minimo de dois metros e uso de máscara. Todas as outras atividades e eventos estão proibidos.

A medida acontece tendo em vista o aumento no número de casos positivos do Covid-19 em Leopoldo de Bulhões que registrou deste o inicio da pandemia 514 casos. Atualmente são 15 os que seguem positivos e com transmissão do vírus ativa. Oito são suspeitos e 21 estão sendo monitorado. Um paciente está internado em UTI de um hospital em Anápolis.

Leopoldo de Bulhões registrou quatro mortes provocadas pelo novo Coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *