Nas redes sociais prefeito de Vianópolis critica pronunciamento de Bolsonaro

O pronunciamento de Jair Bolsonaro em cadeia de rádio e TV na noite de ontem provocou uma enorme repercussão. A atitude de Bolsonaro de desqualificar ações todas por governadores de Estado, prefeitos e ignorar recomendações de médicos quanto a necessidade de isolamento social foi durante critica em todos os segmentos.

Não foi diferente com o prefeito de Vianópolis Issy Quinan Júnior (PP). Tão logo o pronunciamento foi ao ar Issy usou redes sociais para criticar a postura de Jair Messias Bolsonaro. O prefeito de Vianópolis cobrou postura de líder do “presidente” . Leia abaixo a íntegra da publicação de Issy Quinan Júnior em suas redes sociais:

O Brasil precisa de um líder que una a nação, que seja equilibrado, que tenha sensatez e, sobretudo, que respeite os protocolos, principalmente os que agem com o objetivo de preservar a vida humana. E o presidente atua na contramão disso tudo.

As ações de confinamento social e paralisação comercial ocorrem em razão das normas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde.

Não há medida alguma que seja fruto da imaginação de governadores, prefeitos ou do próprio Ministério da Saúde que, competentemente, vem sendo dirigido pelo preparado Ministro Luiz Henrique Mandetta.

Ao menosprezar e, em alguns instantes de sua fala, debochar das consequências causadas pelo vírus, o senhor Presidente também menospreza e debocha da dor das famílias que perderam entes queridos.

Essa não é uma questão ideológica, política ou econômica, é um problema de natureza sanitária e como tal, deve ser tratado com todo rigor, sobretudo pelas autoridades que nesse momento difícil, necessitam tomar decisões que visem principalmente assegurar as vidas das pessoas.

Falta lucidez e compreensão por parte do senhor Presidente, ao fechar os olhos para o que está acontecendo no mundo.

Cabe ao Governo Federal agir no sentido de apoiar a economia com ferramentas que o próprio governo possui e não entregar os cidadãos à própria sorte, colocando-os na mira do vírus”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *